Bandagem funcional, a técnica Kinesio Taping como tratamento fisioterapêutico

Se você acompanha o mundo dos esportes, já deve ter percebido que atletas de muitas modalidades têm aparecido usando fitas coloridas aplicadas pelo corpo, se trata de uma técnica chamada Kinesio Taping, utilizada em tratamentos terapêuticos.

Kinesio Taping é uma técnica de bandagem funcional com propriedades elásticas, desenvolvida na década de 70, no Japão, pelo quiropraxista Kenzo Kase. É realizada através do uso de fita de Kinesio (Kinesio Tape), fabricada em algodão com até 140% de elasticidade, que dispõe de cola sem látex para fixar na pele (evitando obstruções), resistente à água ou transpiração e não possui remédios em sua composição, pois quando aplicada na pele, ocasiona estímulos mecânicos e sensoriais.

Para que as bandagens sejam aplicadas de forma correta, a técnica (Kinesio Taping) deve ser realizada por profissionais especializados, somente assim pode-se esperar bons resultados com a utilização das bandagens.

A técnica é versátil e, de maneira geral, utilizada em conjunto com outros tratamentos, como por exemplo, na fisioterapia esportiva, em disfunções músculo esqueléticas, neuromusculares ou até mesmo em disfunções linfáticas.

Os objetivos principais do uso são facilitar e acelerar processos de regeneração tecidular, pois auxilia na habilitação ou reabilitação das ações motoras de músculos, tendões, articulações e ligamentos, sem limitar o movimento, promovendo o funcionamento natural das estruturas.

A técnica de Kinesio Taping tem sido muito utilizada por fisioterapeutas, a aplicação ocorre em 5 sistemas fisiológicos e em seus respectivos receptores, resultando em diferentes efeitos para cada sistema.

  • Sistema Tegumentar – Fita aplicada sempre sobre este sistema
  • Sistema Fascial
  • Sistema Muscular
  • Sistema Articular
  • Sistema Circulatório/Linfático

Assim como em qualquer outro procedimento fisioterapêutico, quando feita a correta avaliação do paciente e identificação da necessidade de uso da técnica, torna-se possível obter ótimos resultados em relação a dores e sintomas.

A reação de melhora acontece devido ao processo inflamatório e dor, causarem pressão adicional aos receptores sensoriais e neurológicos. A fita de Kinesio irá favorecer a circulação sanguínea e linfática, melhorar a amplitude de movimentos e diminuir espasmos musculares, atuando desta maneira na sinergia da contração muscular e na eliminação de resíduos inflamatórios, diminuindo dores, edemas, hematomas e outros sinais de estado agudo inflamatório, pois garante efeitos terapêuticos contínuos.

Quais são os benefícios?

  • Alivia a dor;
  • Corrige a função muscular e sua função normal;
  • Permite diminuir a tensão muscular ou potencializar a sua ação;
  • Ativa e melhora a circulação sanguínea e linfática local;
  • Reduz e absorve mais rapidamente edemas ou hematomas;
  • Acelera processos cicatriciais e regenerativos tecidulares;
  • Mantém o normal funcionamento das estruturas músculo-esqueléticas, sem afetar ou restringir o seu movimento;
  • Diminui a tensão sobre as articulações afetadas;
  • Tem efeitos psicológicos, na pós-recuperação, dando segurança, estabilidade e conforto ao movimento;
  • Aumenta a proprioceptividade através da ativação dos mecanorreceptores.

Quais efeitos a técnica proporciona?

Diversos estudos já foram realizados a respeito da eficácia da técnica de Kinesio Taping em situação isolada ou associada a outros tipos de tratamentos, alguns estudiosos afirmam que há diversos benefícios, assim como, outros afirmam que a técnica é um placebo para pacientes.

Neste contexto, afirma-se que a utilização da técnica deve ocorrer de forma associada a outros tipos de tratamentos, pois é um apoio à reabilitação, regeneração e aceleração do processo cicatrizante. Além disso, também pode proporcionar efeitos psicológicos, que ocorrem por conta de determinadas cores de fitas (terapia de cores), da sensação de conforto e segurança, permitindo que o paciente tenha melhor estabilidade e equilíbrio emocional para retomar a normalidade e às atividades físicas após uma lesão ou disfunção.

Principais efeitos:

  • Criar condições para adaptação do treinamento, mantendo a amplitude do movimento;
  • Reduzir as barreiras circulatórias diminuindo edemas, hematomas e linfedemas;
  • Apoiar a função articular;
  • Melhorar a propriocepção;
  • Minimizar a dor.

Como são aplicadas as bandagens funcionais?

Antes de aplicar as bandagens funcionais elásticas através da técnica de Kinesio Taping, deve ser feito o preparo da pele:

  • Limpeza com álcool, para deixar a pele limpa, seca e livre de oleosidade;
  • Para aplicação em locais com pelos, é indicado a realização de tricotomia (raspagem dos pelos na pele);
  • Para melhor aderência, pode ser utilizado um fixador para a fita;
  • O leite de magnésio age como pré aplicador.

Para realizar a aplicação, é necessário fazer o corte da fita de acordo com a região do corpo, o objetivo e comprimento adequado. Importante levar em consideração o tensionamento que será aplicado. Os principais tipos de cortes são:

  • Corte “I” – Tem o objetivo de causar estímulo direcionado para determinada área e/ou crivagem;
  • Corte “Y” – Tem o objetivo de causar estímulo em uma área maior e/ou mais ampla;
  • Corte “X” – Tem o objetivo de estabilização articular e/ou reorganização postural;
  • Corte “Leque” – Tem o objetivo de auxiliar na drenagem de edemas e hematomas.

Todos os cortes devem ser feitos com bordas arredondadas, para melhor aderência à pele e de acordo com as demais práticas de aplicação:

  • Banda – Primeiro ponto de contato para fixação na pele;
  • Cauda – Proporção de tensionamento para fixação na pele;
  • Âncora – Último ponto de contato para fixação na pele.

Quais são as contraindicações?

Principais fatores:

  • Não há contraindicações em relação à idade ou sexo de pacientes, ou seja, pode ser utilizado em qualquer pessoa que esteja apta para a técnica;
  • Não deve ser aplicado em pacientes que possuem tecidos dérmicos frágeis, em fase de cicatrização ou com alergia cutânea;
  • Não é recomendada a aplicação sobre celulites ou infecções ativas graves (profundas ou superficiais);
  • Não deve ser aplicado em pacientes que possuem trombose;
  • Não deve ser aplicado em pacientes com alergia a acrílico;
  • Não deve ser realizado o tratamento em mais de uma região do corpo ao mesmo tempo;
  • A aplicação não deve ser feita por pessoas sem conhecimento técnico ou formação complementar para a técnica de Kinesio Taping, a aplicação incorreta pode ocasionar resultados insatisfatórios.

Conclusão

O uso de bandagem funcional elástica em tratamentos fisioterapêuticos é um ótimo recurso para ser utilizado de forma complementar a outras técnicas, como a cinesioterapia.

A técnica de Kinesio Taping pode ser utilizada para prevenir e reabilitar lesões de pacientes, proporcionando a sensação de segurança, permitindo a execução de movimentos normalmente.

Desta forma, é uma técnica utilizada em diversas áreas da fisioterapia, sendo aplicada principalmente na fisioterapia esportiva, neurológica, musculoesquelética, pediátrica, geriátrica, reumatológica, entre outras.

Também pode ser do seu interesse:

Deixe seu comentário!